Notícias

Construção de Nova Rodoviária é prioridade para o desenvolvimento de Macaé

Igor Sardinha concede entrevista sobre a necessidade de uma nova rodoviária

Foram mais de 4.000 assinaturas registradas no abaixo-assinado pela construção de uma nova rodoviária em Macaé. Esse foi o balanço quantificado pelo vereador Igor Sardinha (PT) após finalizar o trabalho de recolhimento de assinaturas, através de mobilização que visa garantir a implantação de um novo terminal urbano no município, atendendo a demanda crescente do serviço de transporte público intermunicipal.

O próprio parlamentar entregou o abaixo-assinado à representantes dos governos municipal e estadual, na tentativa de garantir a união entre as duas administrações para garantir a consolidação do projeto.

Crítico da estrutura da atual rodoviária, Igor Sardinha (PT) também propôs uma emenda na Lei Orçamentária Anual de 2012 que já garante investimentos municipais para a construção do terminal. A ideia é que a nova rodoviária seja construída num local estratégico do município, próximo as vias de entrada e saída de Macaé. Igor Sardinha defende que seja construída nas proximidades da Linha Verde e Linha Azul, já que o local propicia a rápida entrada e saída da cidade em todas as suas saídas, diminuindo consideravelmente o fluxo de ônibus circulando na região central da cidade.

“Nosso mandato, através dessa mobilização popular, conseguiu trazer para a discussão os entes capazes de fazer com que os serviços rodoviários no município possam ser prestados de maneira satisfatória, respeitando todos os cidadãos usuários do sistema. A atual rodoviária está em péssimo estado e não condiz com o tamanho do município e não tem a mínima condição de atender a população macaense de maneira digna”, disse.

Mais de 2 milhões de pessoas passaram pela Rodoviária de Macaé em 2011

Igor também criticou o posicionamento assumido pela CODERTE - Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e Terminais do Estado do Rio de Janeiro, órgão responsável pela administração do terminal rodoviário de Macaé, que defende que uma simples reforma na atual estrutura seria capaz de resolver os problemas. Para o vereador a medida não resultará numa solução do problema, já que a estrutura continuará não dando conta do volume de ônibus e passageiros. “Num breve espaço de tempo a Rodoviária de Macaé estará completamente inviabilizada. Falta espaço para compra de passagens, embarque e desembarque de passageiros, estacionamento, plataformas, dentre outros problemas sérios como o caos urbano criado pela localidade do terminal e os atrasos constantes de saída dos ônibus. Só a construção de uma nova rodoviária conseguirá dar as respostas para todos os problemas vividos pela população”, salientou.

Demonstrando a intensa dinâmica diária da Rodoviária de Macaé,
foram registrados durante todo o ano de 2011 uma movimentação de cerca de 2 milhões de passageiros que utilizaram os serviços no terminal rodoviário de Macaé.  A perspectiva é que esse número continue crescendo com o advento das descobertas do pré-sal e de novos campos na Bacia de Campos. Com uma população flutuante cada dia maior, Macaé necessita urgentemente de um novo terminal rodoviário.

Cadastre seu email e acompanhe melhor o nosso trabalho!